domingo, 22 de julho de 2012

Feliz Aniversário, Meu Amor.






Primeiro encontro - domingo de carnaval de 2006, no palco do Farândola - 
Barzinho Encantado de Olinda





Há cinco meses que trocávamos mensagens pelo Orkut, onde nos conhecemos na comunidade do ator Luiz Carlos Vasconcelos, meu irmão. Passados uns dois meses achei que já era hora de ouvir tua voz, então conversamos por telefone. No início trocávamos poucas palavras, depois os papos duravam o quanto a conta permitisse. A distância não era tanta, apenas de Jampa a Recife, mas meu barzinho Farândola me tomava todo o tempo, principalmente nos finais de semana, quando estavas de folga.



Vídeo Clip de Ivan Lins cantando "Vieste"





Vieste na hora exata 

Com ares de festa e luas de prata

Vieste com encantos, vieste

Com beijos silvestres colhidos prá mim

Vieste com a natureza

Com as mãos camponesas plantadas em mim

Vieste com a cara e a coragem

Com malas, viagens, prá dentro de mim

Meu amor

Vieste a hora e a tempo

Soltando meus barcos e velas ao vento

Vieste me dando alento

Me olhando por dentro, velando por mim

Vieste de olhos fechados num dia marcado

Sagrado prá mim

Vieste com a cara e a coragem

Com malas, viagens, prá dentro de mim





Com Kekel, no Alto da Sé - Olinda, em 2007

Passou Natal e o réveillon de 2006  sem que nos conhecêssemos pessoalmente, enquanto o carnaval se aproximava. Não perdemos essa chance, e combinamos que virias, já que o barzinho ficaria aberto naqueles dias de Momo.

Fui te esperar numa cidade próxima a Olinda. Era uma manhã ensolarada de domingo de carnaval.

Já não éramos mais estranhos embora estivéssemos nos encontrando pela primeira vez. Os papos pelo telefone e os e-mails já nos aproximara bastante.

Após aquela primeira troca de olhares a apenas alguns centímetros e um sorriso de felicidade de cada lado, veio um grande e interminável beijo.

Enquanto nos beijávamos um folião gritava a todo pulmão: “Segura, coroa!... Não larga não, coroa!...” E o beijo continuava, agora misturado com nossos sorrisos.

Casamos naquele domingo de carnaval. No final de semana seguinte já trouxestes a filhota Quétsia, a quem passei a chamar de Kekel, enquanto a chamas de Quequel. Mas tu és assim mesma... Fiel às origens. E isso muito me encanta.






Kekel, em abril de 2012 - Praia de Boa Viagem - Recife.
Quase da minha altura

Passamos três anos nos vendo todos os finais de semana, até que em 2008 vieste definitivamente para formar esse lar que tem nossa Kequel como princesa.

Juntos a vimos chegar à puberdade, tomar gosto pelos estudos e fazer seus primeiros planos.

Tenho aprendido muito com vocês duas, e não sei mais como seria minha vida longe de vocês.

Feliz aniversário, meu amor!








Um comentário:

  1. Que delícia receber tamanho carinho, meu menino. É realmente gratificante estar ao lado teu. A canção de Ivan Lins diz muito sobre nós, é por isso que emociona tanto. Vencer os desafios cotidianos juntos eu, você e Kekel é gratificante e estimulador. Sua força e equilíbrio tornam nossos dias cada vez mais coloridos e cheios de formas. Amo vocÊ e nossa Kekel.

    Nadja Rolim

    ResponderExcluir