sábado, 2 de julho de 2011

Minha Primeira Carta

.
.
.
.
Dedico esta publicação ao meu irmão Babá.
.
.
.
Minha avó Mamãe Outra, atendendo ao meu chamado.
.
.
Aos seis meses escrevi minha primeira carta, endereçada à minha “Mamãe Outra” – mãe de mamãe – e à minha tia Dolores – Tita. Na época eu morava com meus pais em Serra Branca-PB, onde nasci, e elas em Caruaru-PE.
.
Claro que foi mamãe quem a escreveu, para dizer do meu progresso como filhote de homem e dar notícias do meu cotidiano.
.
A seguir publico fotos da carta e reproduzo o texto.
.
.
.
.
Mamãe Outra e Tita Dolores,

Com muitos beijos começo minha cartinha. Vou contar tudo que se passa comigo, para verem eu como sou.
.
Sou muito caladinho, só choro quando estou com dor de barriga, ou com fome, e também quando estou molhado. Durmo a noite toda, não incomoda a minha mamãe. Estou pesando 6 qs. e 250 grs. e 58 cms. de cumprimento. Creiam que eu estou uma bolinha, cheio de ruguinhas e covinhas de gordinho que estou; Minha mãozinha chega é enterradinha, em cada dedinho tem uma barroquinha. Estou muito sabidinho, já conheço meus papais, já dobro a risada e converso: é gú, gú, gú... Mamãe me bota no travesseiro e bem enroladinho e me encontra lá em baixo e todo desembrulhado, levanto minha camisinha e a boto na boca. Meu brinquedo favorito é minha mãozinha, passo um tempo enorme querendo pegar a outra mãozinha; também gosto de chupar um dedinho, mas mamãezinha não deixa. Não sei dos dois quem me quer mais bem, se a mamãe ou o papai. Eles fazem tanta alegria comigo...
.
.
.
.
...que eu não sei a quem queira mais. Também Lourdes e Maria me querem muito bem. Quando mamãe vai fazer meu mingauzinho e que eu estou com fome e começo a chorar, ela manda Lourdes ou Maria conversar comigo. Eu rio muito com elas, às vezes eu tenho uma vontade puxar o cabelo delas!... 
.
Já não tenho mais sapatinhos que dê pra mim. Mamãe está esperando que Mamãe Outra venha pra ela fazer outros maiores, e também fazer umas camisinhas, que as minhas estão ficando apertadas e de mangas curtas.
.
Tita, eu tenho muita vontade de conhecer a senhora e meus priminhos, meu titio João e meu padrinho. Mamãe Outra eu conheço mas já estou esquecendo. Mamãe me falou muito em vocês, e às vezes eu choro é com saudades e ninguém sabe.
.
Olhe, Mamãe Outra, eu quero que a senhora venha logo, que eu tenho vontade de passear muito e só faço dar um passeiozinho na calçada com papaizinho. Beije muito meus priminhos, meu tio e meu padrinho por mim, e beijem e abençoem o seu Rodolfinho.
.
.
.
.
.
.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário