sexta-feira, 1 de junho de 2007

Menina de Rua - Uma Tragédia Anunciada.


Rosemeire fazendo xixi no Parque do Carmo - Olinda

.

.



.

.

.

Ontem, Rosemeire foi encontrada desacordada sob a marquise de uma loja de material de construção no centro de Olinda. Estava no oitavo mes de uma gestação embalada por cola de sapateiro, fome, frio, desamparo e solidão, apesar das companhias que conseguia a um ou dois reais, com promessas de variados prazeres sexuais.

Levada às pressas numa ambulância da Prefeitura, morreu ao chegar ao Hospital da Restauração. Seu bebê já estava morto há dias, o que provocou complicações no quadro de Rosemeire.

Seu enterro foi hoje às dez horas da manhã num pequeno cemitério de Olinda, com as despesas pagas pela Prefeitura.

Rosemeire morreu sem entender nada: Porque estava aqui nesta vida; quem a trouxe e porque; quem determinou que teria que ser pobre, estuprada pelo padrasto, abandonada pela mãe que optou por salvar seu relacionamento.

Rosemeire não entendia nada! Não teve sequer oportunidade para isso. Mas nós entendemos, sabemos que somos culpados. Até queremos fazer alguma coisa, mas essa disposição estanca quando percebemos que teríamos que abrir mão de um por cento do que conseguimos juntar ávidamente.

.

.

.

.

9 comentários:

  1. espero que Deus a tenha em um lugar melhor que este, espero que esteja diante um eterno manjar, guardada por anjos e serafins. Rosemeire era a menor no nosso mundo, e espero que seja a maior no Reino de Deus.Espero que seu sofrimento não tenha sido em vão...

    ResponderExcluir
  2. Anônimo2:59 PM

    Muitas pessoas passam pelo mesmo problema de Rosimeire e decidem mudar suas vidas escolhendo o que é certo, no caso dela ela nao fez a melhor escolha achando que as drogas e prostituição seria a melhor saída e não é nada novo o fim que ela teve assim como ela milhares de pessoas já passaram pela mesma coisa...

    ResponderExcluir
  3. Anônimo3:01 PM

    e muitos vendo o exemplo dela ainda assim farão a mesma escolha e infelizmente terão o mesmo fim!

    ResponderExcluir
  4. Desde quando desgraça é uma escolha pessoal sem alternativas?
    Uff...ninguém escolhe estar no mundo pra sofrer ou ser julgada como amante da própria destruição!
    A própria sociedade egoísta e mesquinha é a força motriz que segura um ser humano no lamaçal que existe no mundo!
    Pobre Rosemeire. Não conheceu o "lado bom" da vida
    Chega a me dar naúseas certos comentarios que leio diante de situaçoes periquitantes como essa...Dou nota 0 pra falta de amor!!!

    ResponderExcluir
  5. Anônimo7:38 PM

    Não escolhemos quem somos e sim quem podemos ser.

    ResponderExcluir
  6. Anônimo2:09 PM

    Eu fiquei muito triste ao ler seu blog...
    eu ja fui moradora de rua, ja fiz o uso de cola, maconha, tini, etc....
    mas hj, eu agradeço a DEUS por esta viva, estou muito bem casada, tenho uma filha...

    mas so DEUS pra ajudar essas pessoas que vivem nas ruas.
    e uma vida de miseria.
    bjs a tds..,

    ResponderExcluir
  7. Anônimo10:41 PM

    Solução:esterilização forçada de pessoas muito pobres.

    ResponderExcluir
  8. É muito triste saber que isso já se tornou normal pra muitas pessoas. Mas o pior é saber que a própria família sem um pingo de amor pra dar abandonam seus filhos(as) , ou os filhos abandonam seus pais , entregando-os para o mundo da droga e prostituição. Muitas vezes essas pessoas são obrigadas a viver dependente das drogas, por que com certeza o caminho das drogas é um caminho de sofrimento, e com certeza ninguem sofre porque quer !

    ResponderExcluir